Casa com Bossa Menu

Lina Bo Bardi | A transformadora da arquitetura no Brasil

Feliz 2016!!! Vamos começar o ano falando de uma das arquitetas mais renomadas e conhecida por seus grandiosos projetos no Brasil, seus traços modernistas influênciam arquitetos até hoje. LINA BO BARDI – arquiteta modernista, nascida na Italia 5 de dezembro de 1914, graduou-se na Itália na década de 1930. Lina Bo Bardi Casa-se com o jornalista Pietro Maria Bardi em 1946 e neste ano, em parte devido aos traumas da guerra e à sensação de destruição, parte para o Brasil, país que acolherá como lar e onde passará o resto... Leia mais

Feliz 2016!!!

Vamos começar o ano falando de uma das arquitetas mais renomadas e conhecida por seus grandiosos projetos no Brasil, seus traços modernistas influênciam arquitetos até hoje.

LINA BO BARDI – arquiteta modernista, nascida na Italia 5 de dezembro de 1914, graduou-se na Itália na década de 1930.

Lina Bo Bardi

Casa-se com o jornalista Pietro Maria Bardi em 1946 e neste ano, em parte devido aos traumas da guerra e à sensação de destruição, parte para o Brasil, país que acolherá como lar e onde passará o resto da vida (em 1951 naturaliza-se brasileira).

Instala-se em São Paulo, projetando e construindo, mais tarde, uma casa no bairro do Morumbi, a Casa de Vidro.

casa_com_bossa_linabobardi3

Casa de vidro – São Paulo

casa_com_bossa_linabobardi2

interior da Casa de vidro – São Paulo

casa_com_bossa_linabobardi6

interior da Casa de vidro – São Paulo
No Brasil, Lina encontra uma nova potência para suas idéias. Existe, para a arquiteta, uma possibilidade de concretização das idéias propostas pela arquitetura moderna, num país com uma cultura recente, em formação, diferente do pensamento europeu.

Lina desenvolve uma imensa admiração pela cultura sendo esta uma das principais influências de seu trabalho, a sintonia com o processo de industrialização e a interação entre o moderno e o popular

Logo, passou a se dedicar ao design de móveis. Enquanto projetava as instalações do Masp, Lina criou a primeira cadeira moderna do Brasil – uma peça dobrável de madeira e couro para o auditório. Na sequência, fez esboços da Bowl Chair.

casa_com_bossa_linabobardi12

MASP – São Paulo

casa_com_bossa_linabobardi10

Projetos de mobiliários

O Instituto Lina Bo e P.M. Bardi lança no ano passado na Europa, em parceria com a empresa de design italiana Arper, uma edição limitada das cadeiras Bowl Chair, desenhadas por Lina Bo Bardi e que nunca haviam sido produzidas em larga escala. A cadeira tem um formato sintético, uma meia esfera e pontos de apoio muito simples, e foi feita em diversas cores. Serão fabricadas 500 peças e comercializadas em vários países por 4.200 euros.

casa_com_bossa_linabobardi18

Bowl Chair – projeto de 1951

 

casa_com_bossa_linabobardi11 casa_com_bossa_linabobardi8

Bowl Chair – edição limitada 2015.

No final da década de 1970 executou uma das obras mais paradigmáticas, o SESC Pompeia, que se tornou uma forte referência para a história da arquitetura na segunda metade do século XX.

casa_com_bossa_linabobardi

SESC – São Paulo

casa_com_bossa_linabobardi5

SESC – São Paulo

Esteve em Salvador ainda na década de 80, período de redemocratização do país, quando elaborou projetos de restauração no centro histórico de Salvador, reconhecido pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. O Museu de Arte Moderna restaurado na década de 60 pelo Governo do Estado da Bahia, com projeto de Lina Bo Bardi. As características principais dessa obra são a conservação do patrimônio e a valorização das correntes populares através de intervenções autênticas. Dentre essas intervenções, podemos destacar a escada central, feita em madeira, como um ponto de união entre o “antigo” e o “moderno”.

casa_com_bossa_linabobardi13

Museu de Arte Moderna, em Salvador

casa_com_bossa_linabobardi9

Escada de madeira, Museu de Arte Moderna, em Salvador

casa_com_bossa_linabobardi15

Pilares de concreto, na Casa da Misericórdia, em Salvador.

Lina manteve intensa produção cultural até o fim da vida, em 1992. Faleceu, porém, realizando o antigo sonho de morrer trabalhando, deixando inacabado o projeto de reforma da Prefeitura de São Paulo.

 

 

 

envie seu comentário

Arquitetos e designersSem categoria

Comente

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *