Casa com Bossa Menu

Dicas para sobreviver ao primeiro ano de casados!

Olá! É com muita alegria que escrevo hoje o meu primeiro post aqui no Casa Com Bossa. Como tenho recebido muitos casais com esta dificuldade no consultório, vim contar algumas dicas para viver bem o primeiro ano de casados. Na minha experiência, vejo muita gente surpresa ao descobrir que: mesmo depois de tanto tempo juntos (namorando, viajando juntos), ao se casar, você descobre características da pessoa que ainda não conhecia. E o que acontece com o casal então? Descobre as diferenças um do outro. E é aí que podem... Leia mais

Olá!

É com muita alegria que escrevo hoje o meu primeiro post aqui no Casa Com Bossa.

Como tenho recebido muitos casais com esta dificuldade no consultório, vim contar algumas dicas para viver bem o primeiro ano de casados.

casa-com-bossa_dicas-para-sobreviver-ao-primeiro-ano-de-casados_casal-unido (1)

Na minha experiência, vejo muita gente surpresa ao descobrir que: mesmo depois de tanto tempo juntos (namorando, viajando juntos), ao se casar, você descobre características da pessoa que ainda não conhecia. E o que acontece com o casal então? Descobre as diferenças um do outro. E é aí que podem surgir os desentendimentos.

Já adianto que nos primeiros meses acontece o “choque de realidade”. Você descobre que nem todos os dias serão ideais como você sonhou. Alguns dias não serão tão bons. E outros serão maravilhosos! Lembre-se sempre disso!

O que poucas pessoas compreendem é que: é natural ocorrerem alguns desentendimentos no início do casamento. Afinal, esta é uma fase de descobertas e ajustes na relação de vocês. Para passar por esta fase com sucesso, é fundamental que ambos estejam abertos para aceitarem as características um do outro.

É legal ter em mente que esse período de aprendizagem pode e deve ser encarado com leveza e bom humor. Essa aprendizagem mais aprofundada um do outro é o que torna a relação anda mais estimulante.

Com essas dicas a seguir, vocês podem atravessar pelo primeiro ano de casados ainda mais fortes e unidos:

# Vocês devem conversar honestamente sobre os hábitos do dia a dia.

Os hábitos de vocês podem não ser os mesmos.

Um pode acordar mais cedo porque entra antes no trabalho e sem querer acordar o outro que poderia levantar mais tarde – confronto logo pela manhã.

Um gosta de dormir tarde, o outro de dormir cedo.

Um tem o costume de comer na cama. O outro não.

Um gosta de relaxar e ouvir música à noite. E o outro costuma levar trabalho para casa.

Como combinar tudo isso? Vocês terão que montar as próprias regras.

Seu parceiro não tem como adivinhar o que você prefere ou gosta de fazer diariamente. Ele também não tem como saber o que você espera dele.

Para resolver isso, só conversando! Sem grosserias, sem julgamentos, apenas utilizando da honestidade e do carinho.

Assim, um cede de um lado e outro cede do outro, até chegarem a um acordo mutuo do que funciona para os dois.

# Reflita um pouco sobre as suas expectativas do casamento.

Como você espera que um marido ou esposa deva agir ou ser? Conversem entre vocês sobre isso. Aproveitem também para alinhar as expectativas sobre as praticidades do dia a dia de vocês.

Quanto tempo cada um tem para trabalhar fora e dentro de casa (nas atividades domésticas); quanto às finanças, quem vai organizar? As finanças serão juntas ou separadas?

Esclarecer todas as expectativas no início do casamento, discutindo-as aberta e honestamente previne brigas calorosas mais à frente e ajuda a manter o dia a dia de vocês mais tranquilo e harmonioso.

# Os problemas que vocês tinham antes de casar, não somem milagrosamente.

Caso vocês tenham desavenças anteriores ao casamento, elas continuam acompanhando vocês. Aproveitem que agora vocês têm o espaço de vocês e uma rotina nova juntos para chegarem a um acordo sincero sobre os problemas.

Obs.: Evite o hábito de sair de casa “para espairecer” depois de uma discussão.

Normalmente, a pessoa que sai vai encontrar com amigos ou com a família. Isso acaba virando uma fuga ou então acaba trazendo pessoas de fora para a discussão.

É melhor aprender a resolver os problemas em casa, da maneira de vocês. É mais saudável para a relação.

# Pedir desculpas é essencial.

É essencial e deve ser feito genuinamente.

Pedir desculpas sinceras por algo que fez de errado.

E também desculpar de verdade o parceiro (a). Sem ficar remoendo o assunto ou o relembrando toda hora.

# Vocês casaram com a família um do outro. Mas limites são necessários.

Discutam juntos como colocar limites e qual a intensidade desses limites, para que as famílias não interfiram na vida e na rotina de vocês.

O casal agora precisa resolver os problemas um com o outro. E é interessante não deixar que interfiram nas decisões que vocês tomam.

Vocês estão construindo a família de vocês e o seu jeito próprio de lidar com a vida – isso é um processo a ser construído a dois.

# Separar um tempo para namorar é vital.

Separar momentos para estarem juntos. Pois estar na mesma casa não significa que estão passando tempo de qualidade juntos.

Continuem a marcar jantares românticos ou uma sessão de cinema em casa com pipoca e namoros no sofá.

Isso é extremamente importante para manter o clima de namoro entre vocês e trazer cada vez mais intimidade para o casal.

casa-com-bossa_dicas-para-sobreviver-ao-primeiro-ano-de-casados_noiva-noivo (1)

Essas foram algumas das principais dicas. O que achou?

Caso tenha dúvidas ou queira entrar em contato:

psicologiadoscasais@gmail.com

2 comentários

RelacionamentoVida a dois